SA365 · Creative Business Partner

Menu
Como Escolher Melhor Seu Influenciador?

Como Escolher Melhor Seu Influenciador?

Os problemas recentes com a influenciadora brasileira que quebrou a quarentena do COVID-19, expondo de maneira negativa suas marcas parceiras, reascendeu um tema importante: como garantir que as empresas estão fazendo escolhas corretas na hora de encontrar o influenciador ideal?

Na SA365, estratégias com influenciadores e content makers começam antes mesmo da fase de busca; é importante ter claro qual é o posicionamento e valores da marca anunciante, quais objetivos pretendem atingir e o que esperam do papel de um influenciador – e também o que não esperam. O objetivo aqui é elaborar estratégias com propósitos bem definidos, assim garantimos resultados concretos e evitamos ter como base iniciativas infundadas para apenas associar a imagem da marca com o influenciador da moda.

Após essas questões estarem bem esclarecidas, o processo de busca por perfis que condizem com o propósito da marca torna-se ainda mais claro, facilitando esse mapeamento - o que, é claro, não tira o peso de aplicar métodos muitos criteriosos nessas seleções. Considerando os tempos atuais, em que as pegadas digitais são facilmente rastreáveis e expostas, a cautela com o histórico dessas pessoas de influência se faz mais necessário, uma vez que as marcas podem sofrer indiretamente com a repercussão causada por polêmicas em que influenciadores estejam envolvidos. 

Levando em consideração esse critério do histórico (além de outros quesitos como escolha do nicho de sua audiência, estética do influenciador e como é seu envolvimento com o público, para citar apenas alguns), na SA365 não utilizamos ferramentas automatizadas de marketing de influência, que são plataformas com bases limitadas de influenciadores cadastrados e que trazem apenas dados mais quantitativos - entendemos que esse processo precisa partir de buscas altamente qualitativas, ponderando diversos aspectos de perfis de influência – além, é claro, de considerar influenciadores presentes nas redes como um todo, e não de bases restritas que podem acabar não contemplando todos os nichos de mercado.

Para marcas que nunca trabalharam com influenciadores ou content makers antes, acreditamos que esse é um bom momento para investir na prática – de modo geral, o isolamento causado pela quarentena intensificou a presença das pessoas em redes sociais e internet como um todo, de acordo com uma pesquisa da consultoria Kantar*. Isso significa mais oportunidades para criarmos conexões no digital com os consumidores e trabalhar a presença de marca através da associação com esses perfis de influência. Vale lembrar que quando falamos de influenciadores, não nos referimos apenas às grandes celebridades, que porventura podem exigir um investimento maior; hoje, os micro influenciadores - que são influencers que possuem audiências ultra segmentadas – também podem ser utilizados na estratégia de construção de reputação e possibilitam explorar diversas mecânicas com base nos objetivos da marca anunciante através de investimentos menores.


Fonte da imagem: Laura Chouette | Unsplash